sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Dízimo acima de qualquer coisa um ato de amor.


Descubra a benção de ser dizimista

Estes dias fiquei meio que chocado depois de postar uma serie com dois estudos sobre dizimo e ofertas, com os comentários e e-mails que recebi.
O que mais me chamou atenção foi descobrir o tamanho da resistência quanto a dizimar e ofertar, os camaradas apelam para tudo o que podem somente para dizer que o dízimo não é bíblico, que ele não passa de lago criado lá para o antigo testamento e todos estes argumentos, ouvi que só usamos textos isolados para defender o dizimo.
Olha dizer que MT 5:17 é um texto isolado é pegá-lo e lançá-lo a muitas milhas de distancia do seu contexto original, sinceramente penso que quem diz isso, não leu o texto todo, não chegou até o versículo 20 do mesmo capitulo acompanhe a sequência: (Mateus 5:17) - Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.
(Mateus 5:18) - Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.
(Mateus 5:19) - Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
(Mateus 5:20) - Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.(AA)
Este é o texto ao qual estou me referindo, podemos notar que aqui não existem partes escuras muito menos meias palavras, Jesus esta no famoso sermão da montanha ensinando a palavra de Deus e neste texto ele não esta falando por parábolas, mas sim diretamente, mas sim abertamente com todos aqueles que o estão ouvindo, e para quem aprofundou um pouco mais no estudo do evangelho de Mateus sabe que este evangelho é o mais didático dos quatro, é aquele que mais claramente tem uma linguagem de ensino, nisto podemos concluir qual era a intenção do autor quando escreveu o mesmo que era de dar um tom explicativo a palavra de Deus.
E para aqueles que vivem pregando que dizimar não é mais necessário devem ter passado direto pelo versículo 18 porque o til e o jota não passam de pequeninos caracteres que alias na linguagem original referia-se ao iôta a menor letra do grego e também ao yôdh do hebraico, para o português assumiu esta tradução de til e jota, mas o sentido continua o mesmo que é mostrar que nada daquilo que ainda não se cumpriu por menor que seja, foi abolido da lei.
Usar argumentos que não é bíblico dizimar demonstra o espírito deste mundo em que vivemos hoje onde é cada um por si e o resto que se vire, pois preciso me preocupar somente comigo.
Olha me desculpem se estou sendo rude não é minha intenção ofender ninguém, apenas estou defendendo princípios no quais eu vejo como bases do cristianismo, pois dizimar e ofertar não tem a ver com dinheiro, mas sim com gratidão a Deus e amor.
Gosto muito do texto do versículo 19, porque ele é muito contundente, Jesus depois de dizer a verdade ele menciona qual será o destino daqueles que mudaram qualquer pequeno ponto da lei, será considerado pequeno no reino dos céus, e agora?
Agora eu te pergunto ta a fim de arriscar interpretar a escritura de forma equivocada e assim ficar ensinando a outros como se fosse a mais limpa e clara palavra de Deus, quando no fundo não passam de normas de homens.
Se tem uma coisa que procuro ser muito cuidadoso é com aquilo que falo em um púlpito quando estou pregando a palavra de Deus, porque a palavra é bem clara que se mudarmos o sentido dela podemos ser responsabilizados por este ato.
E como o Senhor Jesus não deixa nada pela metade ele conclui no verso 20, dizendo assim que se a justiça daqueles que declaram ser seus servos não exceder em muito a dos escribas e fariseus não herdaremos o reino dos céus.

Agora eu te pergunto qual era a justiça deles? Era cumprir todos os mandamentos e regras do talmude e da torah, alias, diga-se de passagem, não eram poucos os mandamentos.
Aqui ele esta dizendo que devemos não somente fazer melhor, mas principalmente, fazer por amor, com amor, fazer de coração e não apenas de uma forma ritual como aqueles faziam, pois para eles tudo não passava de seguir normas, que de modo algum poderiam ser quebradas.

Dízimo não pode ser um gesto superficial

Como sabemos exemplos de Jesus discutindo com eles por causa desta superficialidade deles não faltam.
(Lucas 11:42) - Mas ai de vós, fariseus, que dizimais a hortelã, e a arruda, e toda a hortaliça, e desprezais o juízo e o amor de Deus. Importava fazer estas coisas, e não deixar as outras.
Este é um exemplo claro do Senhor Jesus repreendendo seus opositores, ele diz claramente o que ele espera deles, vejamos:
Ele espera que eles cumpram a lei, pois este é um preceito de Deus e como podemos perceber dizimar é um deles, mas por outro lado ele também diz que se deve fazer isto e também não desprezar o amor e o juízo de Deus.
Aqui chegamos ao ponto que penso ser central nesta discussão, pois tudo isso vem se resumir aqui, pois como no caso de Ananias e safira o importante é fazer com amor e não em meio a mentiras, tudo o que envolve mentiras não compactua com Deus.
O dizimo e as ofertas não há duvidas que são convertidos em favor da obra física da igreja pois Deus não precisa de nada para ele próprio, nós é que precisamos de sua obra em nossas vidas, do seu agir sobrenatural sobre nós.
Quando entregamos nosso dizimo demonstramos que somos conscientes do que ele tem feito por nós, por nossas vidas, o dizimo é uma oportunidade de demonstrarmos que compreendemos o que significa não ser egoísta, saber partilhar, e tantos outros princípios que Jesus nos ensinou.
Grave isso para sua vida, o ato de dizimar e ofertar são acima de tudo sinais de um coração onde Jesus habita, e como sabemos onde ele habita só podem existir coisas boas, onde houver erro ele não habita.
Não estou pregando salvação por meio de obras, ate porque não creio neste tipo de coisa, só quero que você seja abençoado por ser fiel e demonstrar o amor do Pai que habita em sua vida.
Se sempre lhe ensinaram o contrario faça o teste e veja por você mesmo, comprove através de suas experiências, veja o quanto mais você pode ser abençoado se levar adiante à obra do Senhor de espalhar o amor a todos os que necessitam.
Pode ate parecer que não tem vinculo, mas nós sabemos que tem, pois amor, só gera amor, nunca guerra, e dizimo é também um gesto de amor.
Aceite meu desafio seja um dizimista fiel e ofertante e você verá que não ira lhe faltar nada. Essa história de que seu eu tirar meu dízimo de meus ganhos eu não consigo sobreviver é argumento de alguém que ainda não teve nenhuma experiência com Deus, portanto abra seu coração e deixe ele entrar.
Por hoje é isso fomos breves ate logo e fiquem na PAZ DO SENHOR.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...