quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Dízimo e ofertas parte 01



Ola meus amados leitores decidi abordar este tema hoje para colocar luz sobre nossa visão sobre o que realmente tem embasamento bíblico nesta questão e o que é apenas especulação, falácia ou como na maioria das vezes doutrinas humanas que só tem a função de provar aquilo que determinadas pessoas pregam como verdade absoluta e muitos pegam aquilo para suas vidas antes mesmo de conferir na bíblia se o que esta sendo ensinado tem embasamento na palavra.
Acho importante falarmos sobre este tema porque quando vamos falar de Jesus para s pessoas elas acabam tendo em mente que servir a Jesus significa dar o que tem e o que não tem para a igreja, e na maioria das vezes ninguém tem a paciência de explicar ou às vezes nem possuem  argumentos.
Não tenho a pretensão de esgotar o tema, apenas pretendo jogar luz em alguns fatos que considero de suma importância para nossa vida cristã.
Vamos aos fatos em si, começaremos falando sobre as ofertas.

Ofertas são bíblicas? Onde se fala sobre elas?

A resposta é sim, as ofertas são bíblicas e Deus nunca as condenou, muito pelo contrario ele sempre incentivou o povo para que soubesse ofertar, porque ofertar de coração aberto somente uma pessoa que tem Deus habitando em si é capaz de fazer, do contrario ela sempre ofertara contrariada por pura pressão das outras pessoas.
Se observarmos as nossas bíblias já veremos em todo o Pentateuco que são os livros da lei, e que fazem parte de um tempo em que o Senhor estava ensinando seus princípios para seu povo, ele os estava doutrinando a aprenderem viver na dependência dele e fizeram doutorado na faculdade do deserto acha que é pouco tente viver no deserto com um monte crianças, e animais e descobrira como foi difícil sobreviver, sem a ajuda de Deus teria sido impossível.
E como mencionei acima durante este tempo a oferta sempre esteve muito presente naquele momento, pois tudo o que se ia fazer no arraial do povo acampado no deserto Deus pedia ao povo que ofertasse, olhe a construção do tabernaculo e veja como o povo ouviu as ordens do Senhor ofertando para a construção e podemos perceber que as ofertas foram tamanhas que houve um momento que foi necessário parar de ofertar.

De que tipo as ofertas eram.

Se formos lendo o antigo testamento lentamente veremos que não havia apenas um tipo ou uma forma de ofertar, o sistema de ofertas era um sistema completo e com muitas variações que contemplavam todas as pessoas e situações do povo judeu.
Quanto aos tipos elas podiam ser:
1-      Ofertas de manjares- consistiam em alimentos que as pessoas levavam e que eram preparados pelos sacerdotes para serem ofertadas a Deus como forma de expressar generosidade, elas eram sinais disso, parte delas eram queimadas ao fogo, detalhe, destas ofertas os sacerdotes podiam retirar para si uma parte para lhes servir de alimento.
2-    Ofertas pacificas- podiam ser espontâneas ou não, a pessoa trazia as ofertas que podiam ser de vários produtos e quando chegavam ao altar era queimada apenas a gordura e o sangue, isso as diferenciava das ofertas queimadas que falaremos adiante.as ofertas pacificas normalmente estavam relacionadas a algum tipo de consagração, podemos observar que sempre que uma pessoa fazia um voto de consagração ao Senhor eram feitas as ofertas pacificas, podemos ver isso claramente na vida dos reis de Israel que sempre sacrificavam, Davi fez isso varias vezes, inclusive quando estavam trazendo a arca da casa de Obede-Edon para Jerusalém, andava-se um pouco e sacrificava-se. Normalmente antes dos reis irem para as batalhas também eram feitos sacrifícios de ofertas pacificas.Ofertar era algo incutido na vida do povo hebreu.
3-     Ofertas queimadas- estas eram as ofertas pelo pecado onde tudo o que era ofertado era queimado como oferta a Deus tinha o papel de purificação, significava a total redenção do pecado do ofertante, elas podiam ser pelos sacerdotes, por todo o povo e também individuais, haviam as formas corretas de s ofertar conforme as posses do ofertante.
4-    Ofertas pela culpa, eram em dinheiro e tinham o propósito de expiar a culpa que a pessoa levasse sobre si mesmo sem saber, vemos muito claro isso no caso de Jó que fazia este tipo de oferta por si e pelos seus filhos, dizia ele irei sacrificar e ofertar porque talvez eles estejam em pecado e não saibam, na época do tabernáculo era uma oferta em dinheiro normalmente se chamava oferta pelos pecados por ignorância.
5-     Ofertas alçadas- como o próprio nome sugere elas eram esporádicas e não tinham uma época pré-determinada, elas aconteciam em momentos de necessidade e cada um dava segundo seu coração, ninguém era obrigado a contribuir, esta é aquela que realmente demonstra o quanto a pessoa é comprometida com Deus e com sua obra.

Acima falei das ofertas como surgiram no antigo testamento na vida do povo, como pudemos perceber às vezes ela tinha a função de expiar o pecado de si mesmo, ou anualmente do povo, servia também para ofertar as primícias da colheita na casa do Senhor, podiam ser de ação de graças, ou simplesmente ofertas voluntárias.
Como o templo era o centro da vida judaica tudo estava relacionado a ele e portanto também as ofertas e entre as ofertas a principal era o Dízimo, que alias ainda não falamos

Dizimo origem e como era na vida judaica.

Ao contrario de que muitas pessoas pensam a idéia do dizimo não surgiu juntamente com a construção do tabernáculo em Israel, ele esta presente em nossas bíblias muito antes disso.
A primeira vez que ouvimos falar sobre dizimo no antigo testamento é quando Abraão o Pai da fé entrega o dizimo de suas conquistas para libertar seu sobrinho Ló, no retorno e as entrega  a um sacerdote chamado Melquisedeque, temos uma passagem também em gênesis que vemos Jacó mencionando o dizimo, depois quando o povo esta no deserto recebendo a lei de Deus ai o Senhor vemos claramente em (Levítico 27:32) -  No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR.
Aqui vemos a consagração do dizimo a Deus e em vários outros momentos à frente veremos o Senhor instruindo de como deveria ser dado o dizimo.
Durante todo o antigo testamento vemos a palavra nos ensinando que o dizimo é bíblico, aprovado por Deus, e que aquele que o pratica e demonstra sua fidelidade a Deus recebe do melhor que o Senhor tem para nos dar.
Todos os personagens bíblicos que foram servos verdadeiros do Deus Altíssimo foram dizimistas também, pode conferir ai na sua bíblia, vai analisando um a um e veja como Deus era com eles e lhe abençoava a cada instante de suas vidas.
E assim foi durante todo aquele tempo, os anos foram passando, o povo em alguns momentos se mantinha fiel a Deus em outros abandonava o Senhor e assim no decorrer da história muito da riqueza deste gesto fora se perdendo, sendo substituídos por rituais humanos que para nada serviam.
Quando Jesus nasceu o mundo era assim e todas aquelas ofertas, sacrifícios e tudo mais relacionado à vida no templo tinham se tornado algo que já não era suficiente para redimir os pecados das pessoas.
Então vemos ele revolucionando todo aquele sistema e sendo perseguido por isso e muitos o acusavam de ele querer  abolir as leis entregues por Deus a Moisés lá no monte, bom mas isto
Já faz parte da nossa segunda etapa onde falaremos sobre os significados dos dízimos e as ofertas no novo testamento, será que mudaram algumas coisas?
Não perca a segunda parte onde falarei sobre isso.
Continua....
Ate breve fiquem na paz do Senhor.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...