terça-feira, 29 de novembro de 2011

Violência contra a mulher começa na infância.



Quer tipo de adulto será uma criança que sempre viu a imagem das mulheres comparadas a um objeto a venda?
Um estudo divulgado recentemente afirma que a exposição de crianças e adolescentes a conteúdo sexual na mídia vem reforçando a ideia da mulher como objeto de desejo e alvo de violência doméstica.
O relatório Sexualização dos Jovens, da psicóloga Linda Papadopoulos, encomendado pelo Ministério do Interior britânico, diz que os jovens estão cada vez mais expostos a conteúdo relacionado à sexualidade por meio de revistas, televisão, Internet e aparelhos de celular, sem que os pais consigam controlar isso.
Segundo ela, esse conteúdo está “legitimando a ideia de que as mulheres existem para serem usadas e de que os homens existem para usá-las”.
Nesse contexto, a pesquisadora entende que a posição da mulher como alvo de violência doméstica acaba virando comum e até aceitável.
Da sexualidade à violência
O estudo diz que as crianças estão sendo cada vez mais retratadas como adultos, enquanto adultos são infantilizados, o que confunde as noções de maturidade e imaturidade sexual.
Além disso, tanto mulheres quanto homens são levados pela mídia a buscar um ideal de aparência física "fora da realidade”, o que resulta em “insatisfação com o próprio corpo, um reconhecido fator de risco para a auto estima, para depressão e distúrbios alimentares”.
Os pais precisam dar um passo adiante e tomar o controle. Eles precisam impor limites saudáveis. [Sue Berelowitz, vice-comissária da criança na Inglaterra].
“Um tema dominante em revistas parece ser a necessidade das garotas de se apresentarem como sexualmente desejáveis para atrair a atenção masculina”, diz o estudo.
Seguindo esse mesmo raciocínio de subserviência feminina, a violência contra as mulheres acaba sendo banalizada.
O relatório aponta que, desde 2004, a exibição na TV de cenas de violência contra a mulher cresceu 120%, enquanto as de agressão contra adolescentes aumentou 400% no período. Além disso, no cinema, 75% dos personagens e 83% dos narradores são homens.
Visão Bíblica
Provérbios 18:22 " O que acha uma mulher acha uma coisa boa e alcançou a benevolência do Senhor ";
. Provérbios 19:14 " A casa e a fazenda são herança dos pais, mas do Senhor vem a mulher prudente ";
. Provérbios 31:10 " Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor excede o de rubis ".
A mídia ( TV, Internet, etc..) são ótimos meios de comunicação mas não podem ser nossos educadores, vamos nos apegar mais com Deus e nos esforçar mais para que a mídia não seja a única forma de entreter as crianças e jovens.
Conforme os créditos que coloquei acima este texto não é meu mas sim do link ao qual citei.
Este é um grande alerta para todos os pais que hoje tem filhos pequenos e que para poderem ter um pouco de tempo livre para si como costumam argumentar, deixam as crianças de frente a internet ou mesmo a televisão horas a fio.
Nem me lembro quantas vezes já ouvi alguns me dizerem, nossa quando as crianças estão na TV nem parece que elas estão em casa, mas ai te pergunto é certo transferir para a TV que não passa de uma grande vitrine que vende ideias e conceitos 24 horas por dia a educação de seus filhos?
Que tipo de adultos teremos no futuro, pessoas serias comprometidas com a sociedade e com Deus ou pessoas alienadas que crê em no deus TV deles que durante sua fase de formação foi sua baba, sua mãe e seu pai sempre lhe ensinando conceitos.
É algo muito serio isso, mas infelizmente vejo muitas pessoas negligenciando esta parte da educação dos filhos, depois quando eles crescerem e tornarem adultos vazios de amor ao próximo e a vocês também pais e lhes colocar em asilo no dia que vocês começaram a lhes incomodar não reclamem, eles apenas estarão seguindo os ensinamentos que a televisão lhes ensinou, como todos os malefícios que o estudo que esta o começo deste artigo mencionou.
E se na Europa esta assim com certeza por aqui em terras tupiniquins com certeza deve estar muito pior, mas acho muito pouco provável vermos algum estudo consistente neste sentido por aqui.
Não sou dono da verdade nem pretendo ser, mas precisamos comparar tudo o que nos é proposto com os ensinamentos bíblicos, pois do contrario corremos o risco de no futuro termos surpresas desagradáveis por não ouvir o que a palavra de Deus sempre nos aconselhou.
Reflita sobre isso e depois responda para você mesmo, como você tem cuidado de sua família?
Que tipo de mundo desejamos ter a alguns anos quando estas crianças de hoje forem adultas?
Quais são os conceitos que estamos ensinando como verdadeiros para elas?
Uma atitude hoje pode fazer toda a diferença no futuro, se vivermos de acordo com a palavra de Deus com certeza teremos um futuro melhor, agora se vivermos pelo mundo não demorara muito e começaremos a presenciar o caos instalado em uma sociedade de valores invertidos.
Por hoje é só, ate breve e fiquem na PAZ DO SENHOR.

talvez voce goste também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...