domingo, 21 de agosto de 2011

Amor, amar ou ser amado?


Como havia prometido inicialmente começarei a escrever sobre as três palavras temas deste site palavras estas que nos movem a cada dia, e que por muitas vezes me fizeram meditar nelas e tantas outras apenas agradecer, alias ato este tão difícil em nosso meio, pois todos os dias temos algo a pedir e nem sempre estamos dispostos a agradecer.

Amor. palavra que em nosso idioma possui apenas quatro letras, mas que nem por isso deixa de ser tão importante.
Em nossos dias toda hora, a todo o momento ouvimos falar sobre amor, ou “eu te amo”, por isso creio que se falar em amor hoje em dia se tornou algo um tanto vago, pois dizemos amar tantas coisas que se torna necessário antes de falarmos sobre o amor de Deus que é o nosso foco, definir alguns tipos de amor primeiramente, exercício esse que nos ajudara a compreender melhor o amor Deus por nós.

PHILEO-palavra de origem grega é o termo que costumamos usar para demonstrar aquele amor companheiro, muito comum entre amigos, que sempre costumam estar juntos rindo felizes, desinteressado sem segundas intenções, podemos defini-lo como sendo um tipo próprio de amor entre amigos.

EROS-Este é o tipo de amor mais difundido hoje em dia, quando na maioria das vezes ouvimos alguém falando de amor principalmente na mídia esta relacionado a este tipo que é o amor homem e mulher, macho e fêmea, podemos defini-lo como sendo um tipo de amor atração, podemos ainda dizer que é um amor carnal.

STORGE-Acabamos de falar acima sobre o homem especifico entre homem e mulher, agora falaremos deste tipo que é próprio entre familiares, dos país pelos filhos, dos filhos pelos país, ele é um tipo de amor que costuma não enxergar muitos limites para poder fazer algo em favor da pessoa alvo deste amor. Ex: uma mãe que não sabe nadar pula na água para salvar seu filho que esta se afogando.

ÁGAPE-Bom agora falaremos do principal deles, do maior de todos, aquele que não vem de nós, mas sim de Deus, sentimento este que expressa o quanto somos importantes para ele.
Com o que podemos compara-lo?
Como podemos explica-lo?
Alguns versículos bíblicos que nos mostram isso mais claramente são:

 (João 3:16) - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.(ARA).
Uma pergunta simples, mas ao mesmo tempo forte sobre este tema é a seguinte: Quem tendo um filho único teria coragem de da-lo em favor de um inocente que estivesse sendo condenado?
Acho difícil achar um voluntário, para não dizer impossível, pois é não teríamos coragem de dar por um justo, inocente e Deus nos deu seu filho amado para morrer em lugar de um monte pecadores culpados, pois todos eram culpados não havia um justo sequer, e ele veio cumpriu sua missão de morrer por cada um, não só os que viviam naquele tempo, mas também por mim e por você, para que pudéssemos ser salvos e ir morar no céu.

(Romanos 5:8) - Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.(ARA).
Hoje estamos acostumados ao primeiro pague depois leve o que deseja, vivemos tempos em que poder se confiar em entregar algo antes de vermos a contrapartida é algo muito raro, na maioria das situações impossível, mas quando falamos de Deus ai o assunto é diferente, vejamos:
Cristo morreu na cruz por pessoas que não se sabe se algum dia o aceitarão como salvador das suas vidas. Primeiro fez o gesto de amor para que depois pudéssemos alcançar a salvação.

(Isaías 1:18) - Vinde pois, e arrazoemos, diz o SENHOR: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.(ARA).
Olha o Senhor nos mostrando novamente seu imenso amor por nós a cada nova chance.
Se este texto parece um pouco difícil de entender vamos analisá-lo de uma forma de simples, ele esta dizendo assim mesmo que seus pecados sejam os mais terríveis, os mais brutais, os mais difíceis de se aceitar, eu te perdôo, eu te aceito.
Se alguém imaginar que é diferente pegue um tecido vermelho muito intenso e lave-o até ele ficar branquinho como a neve, detalhe, sem deteriorá-lo para fazer isso, pois é isso que Deus faz quando limpa alguém dos erros e dos pecados, a pessoa fica limpa apenas do que lhe fazia mal, daquilo que a afastava dele, mas mantêm a parte boa todinha, quantos pregadores da palavra de Deus que conhecemos hoje que no passado foram pessoas totalmente enredadas pelo inimigo e escravizadas por ele, e agora debaixo do infinito amor de Deus são pessoas totalmente diferentes, salvas, libertas e apaixonadas por ele.

(Romanos 3:24) - Sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus.(ARA).
E como Deus nunca trabalha como o homem acha que ele deveria trabalhar ou agir, vem algo mais surpreendente ainda ai, tudo isso que ele fez por nós sabe quanto ira nos custar?
Nada. É dom gratuito de Deus, mas este já é assunto para a parte dois deste trabalho inicial onde falaremos sobre a graça de Deus.
Fiquem na paz do Senhor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...