sábado, 3 de setembro de 2011

PODE UM FILHO DE DEUS SOFRER

Como explicar o sofrimento?

Tenho observado algo que muito incomoda a todos nós, todos os dias olhamos por todos os lados e vemos pessoas sofrendo, suportando sabe se lá como, tirando forças lá do fundo, mas a cada dia que se vê a mesma pessoa é possível observar assim como uma flor cortada que apesar de toda sua beleza vai murchando, murchando ate secar de uma vez por todas.
Parece que estou filosofando? Mas o assunto que quero abordar foge muito de uma simples filosofia, ele é bem real, e só aquele sente na pele sabe como é difícil.

Pode um filho de Deus sofrer?

Quando aceitamos o Senhor Jesus temos certa tendência de querer acreditar que não teremos mais problemas em nossas vidas, pensamos que não teremos mais lutas, viveremos um eterno céu de brigadeiro até irmos para a glória onde tomaremos posse de nossa morada celestial.
Bom isso é o que a maioria de nós espera quando vem para Jesus, o que não conseguimos entender é que não é bem assim, Deus pode através de seu imenso amor nos dar uma vida tremendamente abençoada e cheias de bens, conforto, sossego, etc. Sejamos sinceros quem não sonha com ter isso tudo. E não acho errado querermos isso, mas se estudarmos a palavra de Deus veremos algumas situações que nos mostram algo um pouco diferente disso.
(I Corintios 15:19) - Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.(AA)
Este versículo faz parte de um longo discurso do apostolo Paulo na referida carta, e tratando deste assunto de fé e tantos outros basicamente o que ele quer nos mostrar é que não devemos esperar ser abençoados por Cristo somente neste mundo, até porque ele mesmo demonstrou isso com sua vida, quantas perseguições, quantos sofrimentos, quantas surras, prisões e tantos outros sofrimentos.
Ele mais que ninguém pode dizer o que disse, se formos acreditar que tudo em nossa vida de fé se resume a esta vida então estamos perdidos, ou como ele diz somos os mais miseráveis de todos os homens.
Talvez neste instante enquanto você lê este artigo começa a lhe passar pela mente o filme de sua vida, então neste instante você começa a lembrar do tempo de sua conversão, quantas pessoas deixaram de serem seus amigos por causa disso, antes estavam a cada momento juntos, quando souberam de sua aceitação do Senhor Jesus como único e suficiente salvador de sua vida, lhe viraram as costas.
Quantos depois disto começaram a te ignorar, fingir que não te via se desviar de você, quando viam você vindo já diziam assim, vixe, lá vem àquele crente chato, e cortavam volta de você, e sejamos sinceros irmãos, somos seres humanos fracos, que temos sentimentos e quando alguém que estimamos nos evita isso acaba machucando, porque nossos sentimentos humanos estão ali presentes, trabalhamos a cada dia para sermos melhores, mas perfeitos nunca seremos, então ficamos mal.
Quantas pessoas que vieram felizes para Jesus e depois descobriram o tamanho do desafio para se andar ao lado de Jesus, não que segui-lo seja difícil, pois não é, só é preciso aprender a conviver com as reações humanas, um conselho nunca odeie alguém, só porque ele te humilhou, fique feliz porque você terá vitória em Cristo.
Assim como o Apóstolo disse tão claramente, o que esperamos não esperamos somente para esta vida, mas também para a glória.

Como reagir diante de uma situação de sofrimento?

Realmente não é fácil presenciar certas situações de sofrimento, como por exemplo, ver uma pessoa que serve Jesus, mas sua vida é cheia de provas e dificuldades, muitos em situações assim querem achar um pecado na pessoa a todo custo só para provar que suas teorias são verdadeiras.
Ver uma mãe perder um filho de repente não é uma situação simples, muitos se revoltam, ficam perdidos, pensam acreditar que Deus não existe, alias é o que mais se ouve quando presenciamos pessoas que estão passando por uma perda repentina de um ente querido.
Neste momento podem surgir todos os tipos de atitudes, alguns acabam concordando que Deus não existe, outros ficam na dúvida e a grande maioria acha que Deus existe apesar de não ser um Deus justo, porque aquela situação não é justa.
Na verdade nenhum destes que citei conseguem olhar da perspectiva que Deus cuida de nós, se pedirmos ele nos envia seus anjos para nos preceder em situações difíceis, mas para Deus o mais importante não é quanto tempo viveremos aqui, mas sim que no dia em que morrermos estejamos prontos para ir morar no lar celestial.
Para poder ser um morador celestial é preciso termos nossos nomes escritos no livro da vida, para escrever o nome lá não temos que depender de ninguém, basta apenas crermos em Jesus de Nazaré como nosso salvador, no seu sangue redentor derramado por nós miseráveis pecadores.

Sei que não é fácil conviver com todos os sofrimentos do mundo, pois por mais comprometidos que sejamos sempre veremos muitas injustiças, muitos sem ter um lar, sem ter uma família.
Outro dia fiquei chocado em ver uma reportagem lá na áfrica, de crianças subnutridas em um local onde a mortalidade infantil é assustadora, infelizmente o mundo é muito mais hábil em fazer guerra, do que em levar comida para todo aquele povo.
Mas não é por causa disso que vamos pensar que Deus não existe, este tipo de situação acontece por causa da ganância desenfreada cada vez maior do homem, tentando cada dia ter mais, em um mundo em que você é o que você possui.
Na verdade a bíblia sempre falou sobre todas essas coisas, pois se ela mesma diz que este mundo jaz no maligno, como podemos esperar coisas boas dele.
Mas vivemos crendo que Deus não abandona aqueles que estão firmados nele e que cada dia mais é verdadeiro o seguinte versículo.
(Romanos 1:17) - Porque nele se descobre à justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.
O texto fala por si mesmo o justo viverá pela fé, e fé em Deus que é o único que pode nos auxiliar.
Ficamos por aqui, duvidas, sugestões enviem para vander@amorgracaefe.com ou no blog www.amorgracaefe.com.
Até breve fiquem na PAZ DO SENHOR.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...