sábado, 1 de outubro de 2011

O pai da fé parte III




Esta é a ultima parte sobre este grande pilar da fé, grande instrumento usado por Deus

Um servo de Deus tem comunhão com ele.

Um fato que nos chama atenção na vida de Abraão é que por ele ter crido no que o senhor havia prometido Deus não esconde dele que pretendia destruir Sodoma e Gomorra, e antes da destruição conta a ele o motivo, dizendo que era por causa da maldade que havia no meio daquele povo.
E a atitude Abraão também nos chama muito a atenção pois ele vai intercedendo em favor daquele povo com Deus insistindo que se houvesse justos ali naquele meio eles não fossem destruídos juntamente com os injustos.
Este fato nos faz compreender o quanto vale a oração de um justo nos momentos de tribulações, de dificuldades e ainda tem muita gente que pensa que orar é bobeira, que orar por aqueles que amamos não adianta.
Adivinha quem morava lá em Sodoma, consegue se lembrar? Falamos dele no inicio, isso mesmo Ló, o próprio, aquele que havia saído junto com Abraão do meio da parentela. Como eu disse anteriormente mesmo eles não estando mais juntos e depois de todos os problemas que Ló já havia causado a seu tio, Abraão ainda o amava e clamava a Deus por ele.
Eu creio que foi por isso que os anjos foram à frente para tirar Ló de lá antes da destruição total daquelas cidades.
E estando lá tiram ló e sua família dali antes de chover fogo do céu e queimar tudo, e na raiz de desta libertação esta a fidelidade de um homem que tinha as promessas do Senhor sobre sua vida.


A chegada do filho da promessa.

Depois deste ato Abraão se muda para Gerar e ali acontece um fato que alguns hoje em dia podem achar meio estranho que é o fato de para não ser morto em terras estrangeiras ele pede para Sara dizer que era sua irmã, e ele não mentiu, o motivo para isso é que na verdade ela era meia irmã dele, para nós hoje não seria algo aceitável mas para eles era normal se casar dentro da própria família para que não houvesse fracionamento da família e sim um fortalecimento, em um tempo em que a força braçal era imprescindível para se trabalhar quanto mais pessoas melhor era.
E então ali naquela terra nasce Isaque, Abraão tinha cem anos quando ele nasceu e Sara tinha noventa.
Sabe às vezes fico pensando que nunca vamos conseguir entender Deus além daquilo que ele decidir se mostrar pra nós, porque somente dele para vermos estas obras.
Então Sara comemora, canta exulta de alegria, pois agora ninguém poderia zombar dela e dizer que ela era seca, estéril, que nem mesmo era capaz de dar um filho a Abraão.
Nem a sua serva poderia zombara dela agora, era a vitória que ela esperava, e que chegou somente aos noventa anos.
Talvez você também tem se sentido esquecida por Deus, saiba que ele não se esqueceu de você , mantenha-se firme perante ele que sua vitória vai chegar, talvez quando você estiver pensando que já não da mais, pra ele dá, ele é o Deus do impossível, assim como exaltou Sara pode exaltar você também.

Prova de fidelidade, amor e confiança.

Nesta parte final sobre o pai da fé, falaremos talvez das partes mais difíceis de sua vida que foram o pedido de sacrifício por parte de Deus, a morte de sua esposa e também a escolha daquela que seria a mãe dos filhos de Isaque.
Talvez a parte do sacrifício tenha sido o mais difícil da vida de Abraão, muitos neste momento teriam abandonado a Deus, mas Deus sabia para quem ele estava pedindo, não era para qualquer um, ele estava pedindo para Abraão.
Quando ele diz pega o menino e vai ao monte Moriá e o oferece em holocausto ali, o meus amados ele tivera esperado tantos anos para ter aquele filho e agora Deus pede o filho em holocausto?
Mas como ele era um servo obediente resolve atender ao que o Senhor lhe ordena sem reclamar e sem demora, já no dia seguinte carregou o jumento pegou o filho e dois servos e partiu para o local onde o Senhor havia indicado e este local não era perto porque a palavra nos diz que eles andaram três dias para ali chegarem.
E ali aos pés do monte ele diz para os servos, fiquem ai que voltaremos logo, note que ele não diz eu volto, ele diz voltaremos, o que indica o tamanho de sua confiança em Deus, ele era um servo do Senhor e confiava plenamente nele.
Então ele e Isaque pegam os artigos para o holocausto e começam a subir o monte ate que determinado momento o filho olha para o pai e pergunta, pai aqui esta o fogo e a lenha, mas onde esta o cordeiro?
Então vem a resposta de confiança do Pai Deus proverá o filho com certeza já perguntou isso porque estava meio desconfiado, pois ele já era um adolescente e com certeza já havia participado de muitos holocaustos com seu pai e sabia muito bem como funcionava.
Acontece que a resposta de confiança de seu pai também o fez crer, pois como ele sempre estava ao lado de seu pai ele sabia do que Deus era capaz.
Quando chegam ao local determinado Abraão estendeu a lenha, amarrou seu filho Isaque o colocou sobre a lenha, aqui chama a atenção à confiança e obediência do filho, pois a palavra não diz que ele reclamou, mesmo estando naquela situação prestes a ser imolado.
Quando Abraão ergue o cutelo para sacrificar o filho o anjo do Senhor bradou não ergas a mão contra seu filho e quando ele olhou viu um carneiro preso ali perto, ai ele pegou o carneiro e o sacrificou a Deus em lugar de Deus filho.
Deus nunca quis que Abraão sacrifica-se seu filho ele apenas queria saber se seu coração ainda continuava fiel a ele ou o filho da promessa tinha se tornado um amuleto que o afastara de Deus.
Ele recebeu ali mais uma vez a confirmação da promessa de que dele procederia um povo muito numeroso e abençoado por Deus
Algo assim para se realizar, somente na vida de alguém que seja cheio de Deus.
Assim ele desceu e voltou para casa.
Quando sua esposa Sara morreu ele não aceitou enterrá-la em qualquer lugar e decidiu comprar um local onde a colocassem.
E pouco antes de morrer encarregou seu servo para ir à casa de seus parentes e de lá escolher uma mulher para seu filho, pois de terra estrangeira não é era possível achar uma mulher que fosse a altura de ser a esposa de Isaque por causa de toda a promessa que havia sobre a vida dele que herdara de seu pai.
Ele era a continuidade da promessa de que a geração de Abraão seria um povo grande e numeroso e por isso não podia se contaminar com uma pessoa estrangeira que não servia ao seu Deus.
Aqui esta uma grande lição para nossas vidas, quantas pessoas servas do Senhor Jesus se envolvendo com pessoas que não crêem em deu, e o que é pior achando que isso não tem peso nenhum em sua vida espiritual, é preciso orar e vigiar meus amados, se é possível ter alguém que também crê em Jesus para que buscar alguém que não teme a Deus, tome cuidado e sigam o exemplo de Abraão.
Depois que Sara morreu Abraão teve mais filhos com outra mulher, mas quando ele faleceu tudo o que ele possuía ficou com Isaque.
E depois de seu filho estar casado seguindo os caminhos do Senhor ele faleceu farto de dias como nos diz a palavra do Senhor.
E assim concluímos nosso relato sobre o pai da fé, este homem que ouvindo a voz do Senhor deixou sua casa e foi peregrino em terras estranhas que o Senhor lhe prometera, que sofreu por não ter filhos e já estar em sua velhice, ate tentou resolver o problema de não possuir herdeiros deitando-se com a serva de sua esposa, mas como vimos isso só lhe trouxe ainda mais problemas ao invés de resolver sua situação.
Mas ele sempre soube se manter fiel a Deus e por isso Deus o honrou, fez uma aliança com ele de tornar sua descendência tão numerosa como as estrelas do céu.
Depois de 25 anos de espera eis que chegou o filho prometido e então depois de alguns anos o Senhor pede o seu filho em holocausto e ele não o nega, por causa disso Deus poupa a vida de seu filho e o abençoa ainda mais.
Por essas e por tantas outras experiências com Deus é que o consideramos o Pai da fé, porque ele sempre esteve disposto a fazer a vontade do Senhor e porque ele creu isso lhe foi imputado por justiça.
Ficamos por aqui
Ate breve, fiquem na PAZ DO SENHOR.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...