terça-feira, 25 de outubro de 2011

Sonhando os sonhos de Deus, capitulo 01



Aprendendo com as vitórias de um sonhador.

Neste tema de hoje vamos falar sobre um personagem bíblico que particularmente me chama muita atenção, ele teve uma vida muito cheia de altos e baixos, o que comprova que estas pessoas que andam dizendo que no caminho com Jesus não enfrentamos momentos difíceis com certeza não basearam estas afirmações na palavra de Deus, podem ate estar falando de conjecturações de outros homens que acham importantes, mas ainda assim sem base bíblica.
Às vezes quando leio a parte da bíblia onde nos relata a vida deste verdadeiro servo de Deus que com certeza tinha muita comunhão com o Pai fico pensando como seria se passássemos por apenas parte do que ele passou, como reagiríamos, será que continuaríamos sendo fieis a Deus, nos mantendo debaixo de sua palavra.
Nunca vou me esquecer do testemunho que ouvi de um pastor no qual ele dizia o seguinte:
Quando eu estava lá à frente da minha igreja que fazia parte de uma grande denominação, denominação esta que me dava total suporte financeiro porque eu tinha um ótimo salário, eu subia no púlpito e dizia para as pessoas que era necessário enfrentar todas as dificuldades com firmeza, que Jesus era com eles, e realmente isso é verdade, mas eu falava sobre algo que eu não sentia na minha própria pele, pois eu não passava por dificuldades, no final do mês meu polpudo salário estava na minha conta.
Só que as coisas mudaram, por motivos que não importa agora eu sai da denominação e tempos depois acabei abrindo um trabalho local pequeno em um bairro da cidade e ali comecei a entender aquilo que ate então eu pregava mas não vivia, agora eu sentia na pele o quão difícil era chegar ao final do mês e não ter como honrar os compromissos, Deus tem me honrado, tenho vencido as batalhas mas ele tem me ensinado muito com esta situação.

Exemplos como este acima temos aos montes, mas o final nem sempre é esse, muitas vezes quando a dificuldade surge a primeira coisa que a pessoa faz é abandonar a igreja e achar que Deus não lhe ama, hoje começaremos a estudar a vida deste conhecido como “o sonhador” e isto entre seus próprios familiares,ainda não sabe de quem estou falando, se você já leu a bíblia alguma vez com certeza já descobriu quem é nosso personagem inspirador de hoje, depois de aprendermos com as vidas de “Davi, um homem segundo o coração de Deus” e “Abraão, o pai da fé” hoje o personagem que nos ensinara grandes lições será:

José do Egito, o sonhador dos sonhos de Deus.

A história dele esta relatada de Gênesis do capitulo 37 ao 50, não transcreverei aqui senão pequenos trechos, para não ficar muito extenso, usarei como base a tradução AA.
José era o 11º filho homem de Jacó filho de Abraão, digo homem porque filhas mulheres não eram contadas na promessa, e por ele ser filho da mulher a quem Jacó amou desde o primeiro instante que a viu, ele era seu filho preferido, aquele que o pai mais amava, e isso causava muitos ciúmes em seus irmãos, pois eles tinham inveja dele por ser o preferido de seu pai e durante toda a sua infância deve ter ouvido muitos desaforos (apesar de a bíblia não mostrar estes detalhes).
Sua história começa quando ele tinha apenas dezessete anos, ainda era um rapazote, mas bíblia nos mostra em (Gênesis 37:3) - E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores.
Isso despertava uma inveja tremenda em seus irmãos, só quem já foi vitima de uma pessoa invejosa sabe o quão pernicioso isso é.
O ódio dos irmãos por ele não era gratuito, quando a bíblia diz que seu pai o amava mais que os outros filhos e que havia lhe dado uma túnica diferenciada de varias cores, túnica esta que os especialistas entendem que era usada por um príncipe, o primogênito e como sabemos de acordo com a cultura daquela época o primogênito tinha um a tratamento diferenciado além de ser considerado o chefe da família quando o pai faltasse, ele tinha direito a porção dobrada na herança, agora da pra imaginar o motivo de seus irmãos terem inveja dele, apesar de ele ser um dos caçulas o pai queria lhe conceder direitos de filho mais velho e os outros não gostavam da ideia, alias ciúmes entre irmãos não tinha somente naquela época hoje ainda tem muito, lembre-se de quando você era criança e veja se não rolava ciúmes entre os irmãos, só que lá a coisa era muito mais séria porque tinha muito mais que dinheiro envolvido e sabemos que quando se envolve dinheiro e relacionamento familiar nem sempre a coisas terminam bem, e adivinha o que aconteceu com José?

Dois sonhos que causam ainda mais inveja.

Aqui começaremos aprender com a vida dele algumas lições e creio advertências de Deus para nossas vidas também.
Alias esta passagem da titulo ao nosso estudo, vejamos:
Quando ele depois de ter um sonho que com certeza deve tê-lo deixado meio atordoado ele com sua pureza vem e revela para seu pai e seus irmãos o que ele havia sonhado, acontece que o significado deste sonho era que ele seria superior a seus irmãos que ele reinaria sobre eles e a palavra nos diz que eles o odiaram ainda mais por causa disso, mas não parou por ai ele sonhou novamente e o significado do sonho mostrava que sua família inteira iria se prostrar perante ele, adivinha a reação de todos, claro que foi de muita indignação e bíblia nos diz que a partir daquele momento eles nem podiam mais olhar para José de tão indignados que ficaram.
Bom, agora estava formado o clima contrario ao nosso sonhador de Deus, seus irmãos tinham ciúmes dele e como este sentimento é uma porta aberta para o inimigo começar a agir na vida do invejoso, eles somente desejavam o mal dele.
Aprendamos aqui a primeira lição, não devemos dar brechas para sermos usados por satanás que é o pai da mentira e de todos estes sentimentos ruins que estão relacionados à mentira, quer uma prova veja o que acontece na sequência

O resultado da inveja dos irmãos.

Como toda a família de José era criadora de ovelhas e eles moravam em uma região árida não podiam ficar parados apenas em um lugar dando de comer aos rebanhos, então de tempos em tempos eles iam mudando os rebanhos de lugar procurando novas pastagens para dar de comer e com isso muitas vezes acabavam se afastando de casa.
E um pastor daquela época não voltava para casa sem suas ovelhas enquanto elas estivessem no campo eles estavam juntos e isso às vezes durava meses.
O porquê de eu estar dizendo isso é para compreendermos a preocupação de Jacó com seu rebanho e também com seus filhos, como ele já era um homem idoso ele resolve mandar José ir ver como estavam seus irmãos e seus rebanhos e ele vai.
Agora imaginemos se fossemos nós, sabendo que nossos irmãos nos odiavam teríamos coragem e sair para longe de casa, longe dos olhos e da proteção do pai para ir procurá-los sozinho? Pense ai?
Com certeza teríam muitos de nós que conseguiriam muitas desculpas rapidinho somente para não ir ao encontro dos invejosos, e se você também pensa assim não fique triste esta é natureza humana, mas como não estamos falando de uma pessoa comum ele aceitou o mandado do pai e foi procurar por seus irmãos.
Pelo o que a bíblia nos relata podemos concluir que eles estavam a mais 80 km de casa para quem ia a pé conduzindo um rebanho era uma distancia bem grande.
Quando eles o avistaram de longe a inveja e o ódio que tinham por ele falaram mais que alto que qualquer outra coisa, como por exemplo o respeito ao pai, ou qualquer outro sentimento bom, só pensavam em dar um fim nele. E como mente que só pensa coisas ruim só produz atitudes terríveis eles resolveram que iam matá-lo mas como um dos irmãos na hora desistiu decidiram jogá-lo dentro de uma cisterna.
Arrancaram sua túnica colorida de mangas cheias de bordados, túnica de príncipe e o lançaram na cisterna.
Aprendamos uma coisa aqui, isso é exatamente o que o inimigo deseja fazer conosco, não pense você que ele descansa.
Ele quer tirar nossa comunhão com Deus (a túnica colorida de José), ele quer nos ver derrotados.
Como maldade não tem limites os irmãos de José tiveram uma ideia maravilhosa pensavam eles, que foi a seguinte, vamos vendê-lo como escravo faturar algum dinheiro com isso e ao nosso pai diremos que ele foi devorado por uma fera e assim fizeram, mancharam sua túnica de sangue para mandar para seu pai que chorou muito sua morte e eles o venderam como escravo, veja como a vida deste jovem servo de Deus mudou rapidamente, antes o filho preferido do pai com todas as mordomias de príncipe e logo em seguida ao ir cumprir uma ordem de seu pai em emboscado pelos irmãos quase é morto é vendido como escravo e vai para parar no Egito, e assim se inicia uma nova fase na vida dele.

Um escravo que faz a casa de seu Senhor prosperar.

Quando ele chegou ao Egito e foi vendido provavelmente em um mercado de escravos, foi comprado pelo chefe da guarda do faraó um homem chamado Potifar e se você é um daqueles que acha que coincidência existe, saiba que não foi por acaso que ele foi parar na casa deste homem que convivia com o faraó.
Vemos que ele chega a casa deste homem e por ser um jovem correto logo ganhou a confiança de seu Senhor e foi transformado em mordomo, o mordomo é o que podemos chamar de gerente, pois era ele quem cuidava de tudo o que era de Potifar, tudo o que necessitasse para a casa ou vender e comprar, tudo passava por ele, e apesar de ser um escravo ali ele fazia tudo aquilo com muita dedicação.
Tem um versículo do capitulo 39 que diz (Gênesis 39:5) - E aconteceu que, desde que o pusera sobre a sua casa e sobre tudo o que tinha, o SENHOR abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a bênção do SENHOR foi sobre tudo o que tinha, na casa e no campo.
Uma lição tremenda para nós hoje, quantas pessoas hoje que não são escravos, mas sim funcionários e algumas vezes bem remunerados e agem como se não tivessem compromisso algum com o seu local de trabalho. Quantas vezes já ouvi pessoas dizendo assim “eu não tenho fábrica”, você acha que não faz sentido eu dizer isso? Normalmente quem é assim o é em todas as situações, inclusive na igreja.
José não era assim e por isso Deus era com ele e abençoava-o e tudo a sua volta inclusive Potifar e toda sua casa, olha que lição maravilhosa que a palavra de Deus nos ensina, por causa de um justo tudo ao seu redor é abençoado.
Uma declaração dessas pode nos fazer refletir profundamente nossas vidas estamos dispostos a ser alguém comprometido com Deus e que por causa disso ele abençoara ate aqueles que nos perseguem.
Parece difícil? Mas para José as coisas iriam complicar ainda mais, se a liberdade que ele tinha já era controlada, agora lhe será tirada ate o pouco que ele tinha.
Como ele era um jovem que chamava atenção das pessoas a mulher de Potifar colocou os olhos nele tentando que ele se deitasse com ela, mas como ele era um servo fiel de Deus e como eu disse um servo fiel de Deus é fiel em todas as situações, não importa a situação ele sempre ficara do lado da verdade, mesmo que sofra as consequências de agir de forma contraria a que o mundo agiria.
Adivinha o que houve ele pagou o preço de ser fiel a seu Senhor, mas grave bem isso quando o inimigo que armar ciladas para te derrubar ele não irá desistir só porque você disse não pra ele, José não podia fugir dali porque era um escravo, mas nós podemos fugir de diante da face do mal.
Ele tanto se recusou que ele ela armou contra ele e conseguiu com que ele fosse preso, jogado no cárcere.

Um sonhador no cárcere.

Bom agora sim complicou poderíamos pensar, porque se já não bastasse ser vendido como escravo pelos próprios irmãos, estar vivendo em terra estrangeira sem todo o conforto com o qual ele sempre estivera acostumado, quando ele parecia estar vencendo vem a mulher do seu senhor e lhe arma essa e ele vai parar no pior lugar que alguém poderia estar naquele tempo.
Não tem como compararmos as prisões daquela época com as de hoje, pois hoje em dia os presos têm muitos direitos, algumas prisões têm conforto, mas naquele tempo às prisões eram escavadas no fundo de cavernas, literalmente as pessoas ficavam ali enterradas, muitos acabavam morrendo de doenças que contraiam ali.
Mas como José era alguém que tinha comunhão com Deus e que tinha suas promessas em suas vidas, ele sempre dava o melhor de si não importando onde estivesse já havia agido assim na casa de Potifar agora também não foi diferente e por isso logo ele conquistou a confiança do carcereiro e conquistou a ponto de ser feito administrador da prisão, e o mais incrível a palavra nos diz em (Gênesis 39:22) - E o carcereiro mor entregou na mão de José todos os presos que estavam na casa do cárcere, e ele ordenava tudo o que se fazia ali.
(Gênesis 39:23) - E o carcereiro mor não teve cuidado de nenhuma coisa que estava na mão dele, porquanto o SENHOR estava com ele, e tudo o que fazia o SENHOR prosperava.
Isso confirma que a palavra de Deus para os que creem é salvação, mas para os que não creem é perdição, porque dizermos que uma casa prospera, um negocio prospera é relativamente simples para compreendermos agora uma prisão prosperar sendo administrada por um preso somente com a mão de Deus mesmo, imagina o que aconteceria se entregássemos uma cadeia hoje nas mãos de um preso? Me diga o que você que aconteceria? Com certeza poderiam acontecer muitas coisas menos elas prosperar.
Mas o mais interessante novamente é que ela não prosperava porque homem algum queria,  ela prosperava porque Deus via a fidelidade de José e abençoava ele e tudo a sua volta.
Novamente eu repito meus amados leitores não importa onde você esteja muito menos o que você faz, o nome de Deus deve ser exaltado através de nossas atitudes, quando somos justos e fieis mostramos a quem nós servimos.
Hoje iremos parar por aqui para não ficar muito extenso o texto, mas continua...
Ate breve, fiquem na paz do Senhor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...