sábado, 21 de janeiro de 2012

Vivemos em um parque de diversões ou em um campo de batalha?


  x

Afinal em que mundo vivemos?
Este é um tema por demais interessante, pois diante de tantas teologias modernas que temos visto surgir em nosso meio tem uma frase me chamou muito a atenção quando a vi.
Eu estava lendo sobre grandes homens de Deus do passado, sobre como eles trabalhavam para levar a palavra de Deus a todos àqueles que eles podiam e em um tempo em que a mídia se resumia quase em sua totalidade à escrita e nem tão difundida assim, pouco lhes era útil para pregar a palavra de Deus.
Hoje o que não nos falta são formas de falar do amor de Deus por isso também creio que a responsabilidade é ainda maior, pois não temos desculpas que não temos condições de falar do amor de Deus para as pessoas.
Como mencionei acima uma frase em especial de um Pastor e escritor famoso chamado Aiden Wilson Tozer mais conhecido como A.W Tozer, o que mais me impressionou foi algo que foi escrito a tanto tempo pois ele faleceu já ha mais de 60 anos e a frase falou muito comigo, eis abaixo a frase em questão.
A idéia de que este mundo é um parque de diversões e não um campo de batalha tem sido hoje aceita, na prática, pela vasta maioria dos cristãos. (A.W.Tozer)
Se isso já era uma realidade no tempo dele imagine o que ele acharia daquilo que vivemos hoje?
É uma frase que não esta na bíblia, mas com certeza revela uma realidade que muitos de nós nos recusamos a enxergar, estamos acostumados a ir a igreja ouvir a palavra de Deus e em algumas destas igrejas são apenas palavras para massagear o ego daqueles que ali estão presentes, para que desta forma eles se agradem e voltem novamente, gesto este que em muitas vezes deixa o verdadeiro evangelho de fora em favor de teologias contemporâneas.
Não preciso indicar nomes nem citar denominação alguma para percebermos que as mais influentes hoje em dia, como se diz atualmente aquelas que fazem sucesso com o povo e que vivem lotadas, são aquelas que pregam que vivemos em um parque de diversões.
Digo isso porque sempre ouço os pregadores dizerem que estamos aqui para ser servidos por Deus para todos nós sermos milionários e ter nossas mansões e carrões, pois Deus preparou tudo para usufruirmos aqui nesta terra.
Outras vezes são verdadeiras bajulações que em muito se parecem com uma palestra motivacional, não tenho nada contra palestras motivacionais, acho elas interessantes, mas tudo tem o seu lugar.
Acho um pouco complicado pregarmos contra o pecado se aquilo que nos norteia são tópicos motivacionais, precisamos de pessoas motivadas que crêem que Jesus as salvou e continua salvando ainda a outras, mas precisamos também dizer para elas que agora que o aceitaram precisam abandonar o pecado. Precisamos ensinar que já não é mais possível viver uma vida de erros sendo de Jesus.
Traduzindo precisamos dizer para as pessoas que isso aqui não é um parque de diversões, muito pelo contrario é uma batalha e batalha diária.
Não pense que só porque você aceitou a Jesus como Senhor e salvador de sua vida que satanás ira desistir de roubar sua salvação, não passa nem perto disso, pois ele tinha algo que lhe foi tomado e esta furioso por isso ele usara todas as suas artimanhas para tentar roubar sua salvação.
O mais assustador é a conclusão que Tozer chegou, as pessoas estão aceitando este conceito de que este mundo é um verdadeiro parque de diversões.
Não pense que eu tenho alguma coisa contra se divertir, pois não tenho acho até saudável a gente ter um momento com a família para descontrair.
O problema é que por as pessoas aceitarem a idéia de que este mundo é um parque de diversão e que uma vez que ergueram as mãos e declararam aceitar Jesus, não precisam de mais nada.
Não estou falando do sacrifício de Jesus, pois este sim foi totalmente suficiente para nos resgatar do pecado. O que estou dizendo é que aceitar Jesus é uma coisa e outra totalmente diferente é permanecer, se fossemos numerar todas as pessoas que já passaram pela igreja e não permaneceram a lista iria longe.
Este é o aspecto negativo de aceitar a idéia do parque de diversões, pois na primeira dificuldade que a pessoa tiver ela ira abandonar a igreja e pensar que a culpa por ela estar daquele jeito é de Deus.
Amados, precisamos ser mais cuidadosos com a palavra de Deus, pois se o próprio Senhor Jesus nos disse que no mundo teríamos aflições e que este mundo jaz no maligno, não podemos pregar outro evangelho para as pessoas.
Não podemos esconder de ninguém que aqui neste mundo vivemos em constante luta, batalhamos a cada dia contra as investidas do inimigo, não pense você que ele descansa, ele trabalha 24 horas por dia 07 dias por semana, se alguém lhe pregar um evangelho diferente tome cuidado.
Se fossemos comparar este mundo a frase que citei com certeza ele se pareceria mais com um campo de batalhas do que com um parque de diversão.
A diferença disso tudo é muito simples, pois veja a seguinte situação, quando você vai para uma batalha com um grupo de pessoas que imaginam estar indo para um parque de diversões o resultado pode ser desastroso. Pode ate parecer delírio meu, mas é uma dura realidade e precisamos enfrenta-la.
As pessoas ficam sendo ensinadas a que tudo é pura maravilha, só vitória, só benção, só milagre (nossa parece até um monte de hinos que estamos acostumados a cantar, é só vitória...), pois bem isso é o que se ensina na maioria das vezes, mas acontece que a realidade do dia a dia chega e não precisa ser muito esperto para perceber que ser um servo de Jesus não é bem isso, tem muitas vantagens, mas também existem muitas batalhas a serem travadas, algumas interiores e que em muitos dos casos permanecerão pela vida toda(um dependente de álcool sempre precisara lutar contra a tentação, diariamente), outras exteriores, mas sempre precisaremos estar em comunhão com deus para nos proteger das investidas de satanás, essa é uma verdade que precisamos ensinar as pessoas.
Quantos tem se perdido do caminho do evangelho por terem uma visão errada do que significa servir a Deus, vivem ouvindo que não terão dificuldades que as doenças não o afetarão e quando começam a passar pelo vale em suas vidas colocam a culpa em Deus.
Digo isso como uma reflexão sobre que tipo lideres temos sido para o povo de Deus, será que temos sido lideres que os conduz pelo caminho verdadeiro e único que leva ao pai onde algumas vezes precisamos atravessar vales, passar por momentos difíceis, com perseguições e privações.
Ou será que ao invés disso temos pregado que este mundo é um verdadeiro parque de diversões onde tudo é permitido, nada é pecado, e para servir este Jesus não necessito de abandonar meus erros.
Estamos ensinando o verdadeiro evangelho ou simplesmente estamos formando espectadores ansiosos por serem motivados e sem nenhum compromisso com a palavra de Deus.
Desculpe se parecem palavras duras, mas não podemos ser transigentes com a obra do Senhor, precisamos cuidar com amor e zelo e aqueles que realmente aceitarem viver o evangelho de Cristo que os ajudemos a viver um evangelho verdadeiro, não teologias contemporâneas baseadas no bem estar das pessoas ao invés de estar baseada na palavra de Deus.
Oro para que esta palavra fale com muitas pessoas, lideres assim como falou comigo, pois sabemos que a palavra de Deus é viva e eficaz e mais cortante que lança de dois gumes, pois ela penetra fundo em nós.
Seja um parceiro neste trabalho de evangelização e ajude a divulgar a palavra de Deus.
Estejamos preparados para lutar as batalhas diárias sempre com Jesus a nossa frente, pois somente ele é o caminho a verdade e a vida, ele é a porta estreita que nos leva ao Pai, como mencionei em outra postagem tempos atrás, Jesus é a única conexão compatível entre nós e Deus e nem adianta tentar conseguir algum tipo de adaptador porque não existe, quer ser salvo? Aceite Jesus como salvador e Senhor de sua vida.
Lembre-se devemos estar firmados na certeza que um dia seremos moradores celestiais e que nosso nome esta escrito no livro da vida, aleluia.
Por hoje é isso, fico por aqui, ate breve e fiquem na PAZ DO SENHOR.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...