terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O Deus dos ricos é igual ao Deus dos pobres?



O Jesus que pregamos é o mesmo para os pobres e os ricos?

Antes que alguém fique assombrado e comece me ofender por causa deste titulo vamos explicar o que eu quero dizer com isso, quando eu faço esta comparação não estou me referindo a Deus propriamente, pois como sabemos não podemos mudar a personalidade dele.

O que me fez usar esta comparação foi o fato que fiquei me questionando outro dia, se quando pregamos o evangelho do nosso Senhor Jesus o pregamos da mesma forma e com a mesma intensidade para todas as pessoas sejam elas, brancas ou de outra cor qualquer, famosas ou desconhecidas, ricas ou pobres, ou seja, fazemos ou não acepção de pessoas.
O motivo que me deixou meditando sobre isso foi à cena que vi um destes dias à noite quando sai para andar com minha esposa, como todos sabemos estamos em épocas de muitas festividades e vemos tudo enfeitado cheio de lâmpadas por todos os lados, um disputando com o outro para ver qual é o mais bonito, ate aqui nada de anormal certo?
Sim se não fosse por um detalhe, como eu havia mencionado acima sai com minha esposa e fui ate o comercio de uma família crente, família muito reconhecida pelos trabalhos prestados à obra do Senhor, muitas ofertas consideráveis, sendo sempre parceiros quando o Pastor presidente do campo empreende algum projeto.
Tudo sempre os faz serem lembrados como referencia de servir a Deus e realmente creio que são servos do Senhor.
Mas o que me chamou atenção não foram os donos do comércio ate porque não tenho que cuidar da vida deles, preciso pregar a palavra de Deus.

O que me fisgou mesmo e que fiquei ali alguns momentos contemplando e tentando entender o que eu estava vendo foi à decoração de natal toda pomposa que esta bem na entrada da loja, bem como decoração interna também, toda de acordo com a época do natal.
Inclusive na entrada por falta de um Noel já colocaram logo a família inteira, o pai, a mãe, filhos e tudo mais.
Por alguns instantes fiquei ali olhando aquilo e tentando entender quais as conseqüências do que ali estava, antes que alguém me diga igual já me disseram, aquilo ali é o ganha pão deles, concordo realmente o é.
Mas se para se ganhar o pão vale qualquer coisa isso significa que posso ter uma casa de jogos de azar e para complementar a renda quem sabe eu comece a vender umas bebidinhas também, alias de preferência trazidas de uma nação vizinha onde é mais baratinho mesmo que a qualidade ninguém sabe qual é.
Não estou acusando ninguém de nada, apenas usando um comparativo, a salvação é individual e cada um deve cuidar da sua, mas o nosso papel é pregar a palavra de Deus, doa a quem doer, pois ela sempre será apalavra do Senhor.

Hoje vivemos uma época de igrejas liberais onde tudo pode nada é proibido, ai quando as pessoas vêem este tipo de coisas já nem acham errado mais porque já estão acostumadas com a cena diariamente.
O que eu ainda não mencionei é que este pessoal faz parte de uma denominação evangélica das mais tradicionais e conservadoras, daquelas que ainda acreditam que o marido e a mulher devem sentar separados nos cultos, pois não é correto eles sentarem perto.
Antes que você me pergunte onde quero chegar com isso eu já lhe respondo.

Se esta situação que narrei com o membro rico se repetisse lá na periferia na casa daquele irmãozinho recém convertido, que luta a cada dia para sustentar sua família com o suor de seu rosto, rosto este surrado pelo tempo, queimado pelo sol, mãos calejadas de tanto trabalhar de sol a sol, mas que nem por isso deixa de ser fiel na casa do Senhor e que não deixa de ser dízimista, mesmo passando dificuldades quando pega seu salário o primeiro que separa é o dizimo (usei o exemplo do dizimo para demonstrar que se trata de alguém comprometido com a obra do Senhor mesmo de acordo com suas posses).
Bom imagine agora aquela decoração de natal na casa deste irmãozinho, quem sabe uma arvore cheia de luzinhas, opa eu ia esquecendo de mencionar que logo na entrada do estacionamento da grande loja também tem um arvore de uns 15 metros de altura.
Agora já pensou apenas parte disso na casa simples do irmãozinho da periferia.

Olha para ser sincero não gosto nem de pensar o que este abençoado iria passar viu, o mínimo que iam dizer é que ele já estava desviado e ainda não sabia, olha meus amados não podemos ser hipócritas, todos sabemos que não devemos julgar ninguém, mas bem sabemos que quando uma pessoa não se enquadra no que as outras consideram como ideal de convertido ela terá muitos problemas.

Não sei se a liderança da denominação concorda com o fato que citei, mas se não concorda pelo menos ao que parece não se opôs, pois os enfeites ainda estão no mesmo lugar.
Ora se este mesmo tipo de enfeite estivesse no outro lugar que mencionei pode ter certeza que já teriam mandado recado para tirar, isso se o fato ainda não tivesse se convertido em tema da reunião de doutrina, para ensinar as pessoas como servir a Deus.

Não apoio nem um tipo de legalismo, pois acredito no evangelho da liberdade pregado por Paulo, sei que se fossem em denominações ditas neo pentecostais isso seria fato normal e corriqueiro, mas como se trata de uma denominação tradicional e conservadora duvido muito que isso passaria por uma reunião de diretoria se as pessoas envolvidas fossem pessoas normais, crentes de cadeirinha como já ouvi dizer.
Como já disse antes não quero ofender nem julgar ninguém apenas quero alertar para a forma diferente como agimos com as pessoas dentro da igreja e a bíblia é muito clara sobre tais fatos Deus não faz acepção de pessoas, não podemos tratar as pessoas de forma diferente, sendo elas beneméritas ou não.

E antes que alguém diga que não tínhamos imagens ali, quero dizer que no maximo trocaram as imagens, o que ainda assim não deixou de fazer daquele local um local de adoração das pessoas, pois imagens de esculturas são proibidas de toda espécie como nos revela o Pentateuco.
No mais cada um tire suas próprias conclusões se é justo dedicar um local para o Noelzão e sua família somente para chamar atenção das pessoas, ao invés de falar do nascimento de Jesus, pois com certeza ele não nasceu em 25 de dezembro, mas em algum dia que não sabemos qual, ele nasceu, portanto podemos comemorar o seu nascimento, agora o Noelzão com família, cansei de procurar e não encontrei na minha bíblia se você encontrar na sua me diga onde esta.
Ate mais povo abençoado de Deus, fiquem na Paz do Senhor.
Logo voltarei.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...