quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Você sabe o que significa ser um barnabé?



Ainda existem Barnabés em nosso meio dispostos a lutar pelos novos ministérios?

Hoje mais uma vez vamos falar de um personagem bíblico muito importante e que vai nos ensinar muitas lições para nossas vidas, principalmente para nós que fazemos parte da liderança.
Como bem sabemos o ser humano é bem territorialista e isso algumas vezes causa alguns problemas dentro das igrejas, pois a liderança acaba virando um grupinho fechado inacessível para os novos talentos que Deus vai colocando dentro da igreja.
Quantas vezes vimos despontar um obreiro com grande talento para o ministério, mas por causa de seu passado ele enfrenta muitas resistências e assim muito dificilmente chegara a algum cargo de liderança na igreja.
Antes que pensemos que isso é moderno quero lembrar que na bíblia temos um caso assim no livro de Atos, a história envolve grandes homens de Deus do novo testamento um é Saulo que se tornou Paulo e o outro é nosso personagem que estudaremos hoje.

Barnabé um homem com visão de reino.

Infelizmente não são muitos os lideres que tem visão de reino, muitos têm apenas uma visão reduzida onde eles sempre serão os chefes e que não haverá ninguém que ameace seu cargo, não entendeu então vamos explicar melhor.

(Atos 4:36) - Então José, cognominado pelos apóstolos, Barnabé (que, traduzido, é Filho da consolação), levita, natural de Chipre,

Como pudemos perceber ele era um adorador do Senhor nascido na ilha de Chipre, o que indica que apesar de ter nascido no estrangeiro tinha origem hebraica, algo que depois de Israel ter sido levado cativo para a babilônia se tornou comum, pois muitos acabaram não regressando para sua terra natal.
Bom, agora sabemos de quem vamos falar, Barnabé um homem que trabalhou muito na evangelização e que ajudou a ganhar muitas almas para Deus, não vemos textos muito longos falando sobre ele o que ate poderia induzir que ele era menos importante que outros.
O que muita gente não observa é uma atitude que ele tomou em determinado momento de sua vida e que fez uma grande diferença no trabalho de evangelização dos gentis, pois quando observamos a igreja primitiva logo após a volta aos céus do Senhor Jesus, seus lideres eram judeus convertidos à palavra do mestre, mas ainda assim totalmente conservadores quanto a seu pensamento.
Isso significa dizer que eles criam em Jesus, sabiam que ele havia ressuscitado, eram apaixonados por sua palavra, mas não aceitavam muito bem a idéia de pregar o evangelho aos povos gentis, basta fazermos uma leitura detalhada do livro de Atos dos Apóstolos para notarmos isso.(basta estudarmos a experiência do Apostolo Pedro).
Então Deus separou um homem para ser seu mensageiro junto aos gentis, acontece que esse homem ate então chamado Saulo era o mais feroz perseguidor dos cristãos ele era implacável, isso ate sua experiência com Jesus a caminho de Damasco algo tão intenso que mudou radicalmente sua vida (falaremos sobre ele outro dia, hoje nosso foco é Barnabé).

Uma atitude de coragem e fé.

Como Paulo pregava com muito amor e intensidade a palavra de deus logo ele foi obrigado a fugir ajudado pelos irmãos e logo na primeira fuga de Saulo barnabé foi quem o acolheu em Jerusalém e o apresentou aos discípulos, eu fico imaginado como deve ter sido a reação de todos quando Barnabé chegou com o até bem pouco tempo atrás era o maior perseguidor de Jesus.
E agora ele chega e diz que ele se tornou um grande defensor da palavra, olha amados quem estudou um pouquinho que seja a os hábitos e costumes dos judeus sabe como reagem a situações assim, digamos que ele tem muitas resistências com situações assim, por isso imagino o que Barnabé passou para convencer os outros que ele agora era confiável, deve ter discutido com muita gente para fazê-los aceitar esta nova situação.
Eu vejo uma situação dessas e fico pensando o quanto estamos dispostos a ajudar um neoconvertido que tem um ministério de Deus em sua vida a realmente chegar ao local onde Deus quer que ele esteja.
Será que estamos dispostos a enfrentar muita resistência para defender um futuro ministro da palavra de Deus?
Isso não era por acaso tanto que depois de jejuarem vemos que Deus separou os dois para irem pregar sua palavra aos gentios.
E assim foram a um lugar depois a outro e foram fazendo a obra do Senhor, e podemos notar que quem falava era Paulo nos lugares por onde eles passavam, e eles continuavam firmes.

Este texto não tem intenção de defender nenhuma tese acadêmica apenas nos fazer parar para refletir como estamos conduzindo a obra do Senhor.
Como têm sido feitas as escolhas que fazemos da obra de Deus.
Quando é necessário temos coragem de ser o Barnabé de nossos dias tendo uma visão de pela obra de Deus.
Todas estas são perguntas de difícil resposta, por isso precisamos estar em constante comunhão com o pai sabermos qual o caminho a seguir e não tentarmos fazer um trabalho guiado apenas pelo que achamos, mas sim dentro daquilo que Deus deseja que façamos.
Por hoje fico por aqui, fiquem na PAZ DO SENHOR JESUS.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...